Cães e a ida a praia: o que pode e os cuidados!

Cão salva a vida de cadela ferida em linha férrea.
Janeiro 5, 2017
É bom tosar meu pet no verão?
Fevereiro 7, 2017

Cães e a ida a praia: o que pode e os cuidados!

Verão chegou e ninguém resiste a um bom banho de mar! E muitas vezes, não resistimos e queremos levar nossos amigos peludos.

E aí, isso é possível?

Bom, vamos lá!

A primeira coisa que você precisa observar é se esse é um evento agradável para o seu cão ou não. Não é porque você gosta de ir a praia, que ele precisa gostar também.

Uma vez seu cão curtindo a ideia, o primeiro passo é saber se a praia é proibida para cães ou não. E isso irá variar de cidade para cidade. Se certifique bem disso, antes de irem para não terem problemas e até multas.

A areia quente que queima seus pés, também pode queimar os coxins (ou almofadinhas das patas) dos cães. Preste muita atenção nisso.

Cães, como nós, também tem a necessidade de usar o protetor solar, para cães, e estar bem hidratado. Leve água fresca para o seu cão. Molhe ele com frequência. Não o deixe exposto ao sol direto. Coloque o seu cão na sombra da barraca.

Apesar de cães saberem nadar por instinto, lembre-se que praia não é piscina ou lagoa, que o mar tem ondas e correnteza que podem levar seu cão ou até fazer com que ele se afogue. Existe colete salva-vidas para cães.

Tenha atenção em um detalhe muito importante: Ninguém é obrigado a gostar de cães como você. Por isso procure evitar que seu cão cave a areia perto das pessoas, jogando assim areia nos outros, ou que se sacuda molhado, jogando água nos outros, que vá a barraca do vizinho e pegue comida ou brinquedos de crianças ou bolinhas de frescobol…

Lembre-se sempre que a praia é um local público e que devemos respeitar o espaço dos outros.

Após a saída da praia, não deixe de dar banho com água doce no cão e de secá-lo bem.   

Extremamente importante lembrar que os cães podem transmitir algumas doenças aos humanos, e que para que isso não aconteça devem estar com todas as vacinas e a vermifugação em dia e livres de pulgas e carrapatos. E o ideal é que o proprietário leve pelo menos uma cópia da carteira de vacinação com ele, em caso de fiscalização ou algum imprevisto.

O proprietário é a pessoa mais indicada para avaliar o temperamento do seu cão. Só ele poderá ter noção se seu cão é dócil ou não, e se não tem risco de ter um comportamento agressivo se exposto a gritaria e bagunça que por ventura possa haver na praia.

Não esqueça de levar sacos para recolher o coco que seu cão pode fazer na praia, o que aliás não deveria nem estar lembrando, pois isso é mais do que obrigação de um proprietário consciente e, acima de tudo, higiênico.

No mais, é aproveitar o momento com o seu melhor amigo peludo!

Boa praia para vocês!

Prevenção é tudo, quem ama cuida e protege!

(Fotos: Internet)

 

                Danielle Raro – Médica veterinária

 

 

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *